30 de maio de 2020 - 23:49

Saúde

14/04/2020 09:57 Midianews

Secretário recua e já não considera estimativa como “ridícula”

O secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo admitiu ter mudado seu posicionamento em relação a uma projeção feita a pouco menos de um mês apontando um cenário de 8 mil mortes em Mato Grosso, caso não sejam adotadas medidas estritas de isolamento e combate ao novo coronavírus.

A estimativa foi apresentada pelos Ministérios Públicos Estadual, Federal e do Trabalho, ao pedirem a suspensão de um decreto do Governo, que flexibilizava medidas de restrição ao comércio.

 

Naquela ocasião, Figueiredo criticou os números e disse que o Governo não iria “se pautar por diversos fakes e previsões estratosféricas”.

 

Na manhã de segunda-feira (13), contudo, o secretário demonstrou preocupação com medidas de afrouxamento no isolamento social que vem sendo adotadas por muitos Municípios do Estado.

 

"Estimamos alguns números, mas não divulgamos. Não queremos criar pânico"

 

“Se alguém puder puxar pela memória, vai verificar que num passado não muito distante foi feita a divulgação de que teríamos aproximadamente 8 mil mortes em Mato Grosso. Naquele momento, eu dizia que aquela estatística era ridícula”, disse.

 

“Mas, à medida que vai se desenvolvendo a infecção no Estado e que os municípios vão se comportando em relação às medidas não-farmacológicas, os números podem se alterar”, acrescentou.

 

Ele reiterou que somente por meio do isolamento social será possível conter a proliferação da doença de forma acelerada.

 

Até o momento, Mato Grosso tem 134 casos confirmados e 4 mortes.

 

“Se tivermos isolamento maior, a gente consegue conter mais. Se afrouxar nas decisões, teremos uma infecção maior”, disse.

 

Questionado sobre as projeções feitas pelo Estado para os próximos dias, no que diz respeito ao número de casos do novo coronavíruas em Mato Grosso, ele preferiu não revelar.

 

“Estimamos alguns números, mas não divulgamos. Não queremos criar pânico. Não existe uma matemática perfeita. Essa matemática é diretamente relacionada ao comportamento das pessoas e do vírus”, afirmou.

 

“Temos nossos dados estatísticos e que servem para tomada de decisões estratégicas”, completou.


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.